Voltar

Notícias

Facebook e suas mudanças (de novo) no feed, 2018

por Gabriel Pires e Jaderson de Alencar, Diretores de Estratégia Digital da FSB

Não é de hoje que o Facebook muda a estratégia de entrega de conteúdo no “feed” dos seus usuários. Todo ano, temos um novo anúncio sobre esse tipo de acontecimento: 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018.

Cada vez que uma nova notícia sobre mudanças no algoritmo sai, empresas e veículos correm para se adaptar às novas mecânicas e não perder engajamento de suas bases. Essa é a dinâmica da rede, sempre propondo novos desafios.

O motivo da vez, pelo menos para o Facebook, são as Fake News. Depois das eleições americanas em 2016, o tópico ganhou mais relevância no mundo e um dos caminhos que a plataforma encontrou para tentar minimizar o problema foi uma nova mudança na entrega de conteúdo.

Agora, amigos e familiares terão mais relevância na sua timeline do que empresas e veículos, isso quer dizer que as empresas devem sair do Facebook? Não, isso quer dizer que, novamente, precisamos nos adequar na maneira que utilizamos as plataformas.

Desde o “boom” das redes sociais, não só no Brasil, mas no mundo, empresas vêm concentrando suas bases de relacionamento em plataformas não proprietárias como o Facebook. Isso quer dizer que essas mesmas empresas estão sempre a mercê dos “donos” das ferramentas e qualquer mudança impacta diretamente em seus negócios.

Se você quer acompanhar a consequência direta destas mudanças em seu negócio, basta observar: seu conteúdo sem investimento de mídia terá uma diminuição no engajamento nos próximos dias.

No curto prazo, a solução é simples: Investir em mídia na ferramenta. Se você não investe, vai precisar investir e caso já o faça, precisará continuar e maximizar seus esforços.

E a médio/longo prazo, como ficamos? Bom, podemos utilizar a plataforma outras maneiras. Buscando caminhos de ativação dos usuários como chatbots. Essencial ainda direcionar a rede para usuários que buscam informação diretamente sobre seu negócio (público segmentado) e tornar seu conteúdo cada vez mais relevante.

Existem diversos caminhos que podemos tomar, mas não esqueça de suas outras presenças digitais que, mais do que nunca, precisam estar planejadas e ativadas, como seus sites, sua estratégia de inbound e suas outras redes.

Por que devemos utilizar outros canais? Bom, com a mudança no perfil de conteúdo que vai ser entregue aos usuários do Facebook, espera-se que o tempo em que o usuário permanece diariamente na plataforma diminua, então é hora de explorar novas possibilidades de levar sua mensagem / produto a seus públicos-alvo.

Em suma:

  1. Invista em mídia direcionada aos seus públicos-alvo
  2. Torne seu conteúdo cada vez mais atrativo, útil e relevante aos seus usuários
  3. Planeje seu conteúdo estrategicamente, com uma narrativa digital. Não se restrinja a simples postagens sem conexão.
  4. Interaja cada vez mais com seus usuários, você pode se tornar um “amigo”
  5. Utilize as funcionalidades da rede, como as lives, por exemplo e crie novos caminhos de conexão com seus públicos
  6. Invista mais tempo e atenção a outros canais digitais que impactam sua audiência
  7. Engaje, inspire e monitore (sempre).
Compartilhe