Voltar

Notícias

FSB é destaque na revista Valor Setorial Comunicação Corporativa

A FSB foi destaque na revista especial Valor Setorial Comunicação Corporativa, publicada pelo Valor Econômico na última quarta-feira (30).  A reportagem “Cenário impacta a estratégia” repercute como o cenário econômico influencia o ambiente de negócios e traz como fonte o sócio-diretor da FSB, Flávio Castro.

A matéria mostra que as empresas estão reforçando cada vez mais a comunicação de valores éticos e fala da confiança na atratividade do mercado brasileiro. O sócio-diretor da FSB, Flávio Castro, comenta que durante o Global PRSummit, cúpula global de comunicação corporativa e relações públicas, uma das questões que mais chamou atenção foi o misto de surpresa  e curiosidade a respeito da repentina mudança de imagem do Brasil.

Contudo, a reportagem reforça que as agências de comunicação com atuação no país já notam que seus clientes começam a mudar essa percepção negativa, graças à atratividade do mercado brasileiro, às iniciativas do novo governo para controlar os gastos públicos e às previsões de reativação da economia em 2017.

As alterações nas regras de exploração do pré-sal, por exemplo, aprovadas pelo Congresso em outubro, trazem a expectativa de que os investimentos na área do petróleo sejam menos burocráticas. “A mudança na legislação de óleo e gás aumenta a atratividade do pré-sal, uma das grandes fronteiras de exploração de petróleo do mundo”, afirma Flávio.

Ainda segundo o sócio-diretor da FSB  para as multinacionais é muito positivo poder participar da operação do pré-sal com menos amarras. “Por conta do tamanho do mercado brasileiro, as empresas globais continuam olhando o Brasil com muita atenção. Com as novas expectativas, voltam a ver o país com mais otimismo”, resume.

Além disso, a Olimpíada, que colocou o Rio de Janeiro e o Brasil sob os holofotes mundiais durante 19 dias de agosto – apesar das expectativas negativas iniciais – acabou se tornando outro fator favorável à recuperação da imagem do país.

Confira na íntegra (p.22): http://bit.ly/2g6fCPl

Compartilhe