Voltar

Notícias

FSB Influência Congresso: cresce geração de conteúdo de parlamentares nas redes

O ranking FSBinfluênciaCongresso identificou que, juntos, os deputados e senadores que postaram ao menos um conteúdo nos meses de agosto e setembro têm 135,7 milhões de seguidores (dado de 30/09). Esse total de seguidores é 7,2% superior ao registrado há quatro meses (31/05), quando o total agregado de seguidores nas três redes monitoradas era de 126,6 milhões — estatística que inclui a sobreposição de uma mesma pessoa que pode seguir mais de um parlamentar.

Na comparação com o início do mandato, o volume total de seguidores cresceu 25,1% (eram 108,5 milhões de seguidores em 1º/02). A maioria desses seguidores ainda se concentra no Facebook, mas a rede mais famosa do mundo vem perdendo cada vez mais market share em número de seguidores para o Instagram. Pela primeira vez, a participação do Facebook no total de seguidores recuou do patamar de 60% (veja gráfico abaixo).

Liderança

Diante deste cenário, na volta dos trabalhos pós recesso do Congresso Nacional, o PSL ampliou seu domínio no ranking dos parlamentares brasileiros mais influentes nas redes, segundo mostra a nova edição do FSBinfluênciaCongresso. No período analisado, pela primeira vez o partido do presidente Jair Bolsonaro emplacou sete nomes entre os 20 parlamentares mais influentes. Para se ter uma ideia, juntos, PT, PSol e PCdoB têm seis nomes no Top20.

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) se manteve em agosto e setembro como a congressista mais influente no ambiente digital, seguida de Eduardo Bolsonaro e Carla Zambelli, ambos também deputados pelo PSL de São Paulo. O oposicionista mais bem colocado no ranking dos 20+ é a também deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), que ocupa apenas a 8ª posição no período analisado.

O ranking dos 20 mais influentes conta com 15 deputados federais e apenas 5 senadores. No Senado, o mais bem colocado é Alvaro Dias (Podemos-PR), que aparece em 5º lugar no ranking do Congresso. O Top20 do FSBinfluênciaCongresso no bimestre agosto/setembro é dominado por parlamentares homens: são 15, contra 5 mulheres.

Dono da maior bancada no Congresso, o Estado de São Paulo segue dominando o Top20, com 7 dos 20 parlamentares mais influentes. Mas é forte a atuação dos parlamentares do Paraná no ranking. Com uma bancada bem menor, o Estado é o segundo com mais nomes entre os líderes. São 5 do Paraná, contra 4 do Rio de Janeiro e um de Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Distrito Federal cada.

Obs.: apenas cinco deputados e um senador não postaram qualquer conteúdo nas redes sociais em agosto e setembro. Por isso, os rankings a seguir incluem 508 deputados e 80 senadores, totalizando 588 parlamentares (ou 99% do atual Congresso Nacional).

Veja abaixo o ranking dos 20 parlamentares mais influentes nas redes sociais:

CASA NOME PARTIDO ESTADO POSIÇÃO
Dep. JOICE HASSELMANN PSL SP 1
Dep. EDUARDO BOLSONARO PSL SP 2
Dep. CARLA ZAMBELLI PSL SP 3
Dep. SARGENTO FAHUR PSD PR 4
Sen. ÁLVARO DIAS PODE PR 5
Dep. KIM KATAGUIRI DEM SP 6
Sen. FLÁVIO BOLSONARO PSL RJ 7
Dep. GLEISI HOFFMANN PT PR 8
Dep. PASTOR MARCO FELICIANO PODE SP 9
Dep. FILIPE BARROS PSL PR 10
Dep. TIRIRICA PL SP 11
Dep. JANDIRA FEGHALI PCdoB RJ 12
Dep. PAULO MARTINS PSC PR 13
Sen. MAJOR OLÍMPIO PSL SP 14
Dep. MARCELO FREIXO PSOL RJ 15
Sen. MARCOS DO VAL PODEMOS ES 16
Dep. DAVID MIRANDA PSOL RJ 17
Sen. HUMBERTO COSTA PT PE 18
Dep. BIA KICIS PSL DF 19
Dep. PAULO PIMENTA PT RS 20

Metodologia

O FSBinfluênciaCongresso monitorou as publicações dos deputados federais e senadores de 1º de agosto a 30 de setembro. O monitoramento é 24×7, capturando e analisando o grau de engajamento de todas as publicações feitas pelos parlamentares no Facebook (apenas páginas públicas), no Instagram (apenas contas business) e no Twitter.

Para se calcular a nota de cada parlamentar e construir o ranking, são levados em consideração o número de seguidores, a quantidade de publicações, o alcance das publicações e o engajamento (curtidas, comentários e compartilhamentos) em cada rede social. São aplicados pesos diferentes a cada item, assim como para cada uma das três redes sociais analisadas.

Mais informações

Aline Reis (aline.reis@fsb.com.br)
Marcelo Tokarski (marcelo.tokarski@fsb.com.br)
WhatsApp: (61) 99243-9205

Compartilhe