Voltar

Notícias

Ranking FSB Influência Congresso aponta importância dada por deputados e senadores às redes sociais com crescimento do volume de postagens

No último bimestre (abril/maio), o ranking FSBinfluênciaCongresso identificou uma maior atuação dos parlamentares nas redes sociais. Com mais seguidores, os deputados federais e senadores também aumentaram o volume de postagens no Facebook, Instagram e Twitter. Um total de 167.038 conteúdos, o que equivale a um crescimento de 17,3% ao postado nos dois meses imediatamente anteriores (fevereiro e março). O Facebook continua como a plataforma utilizada para veicular a maior parte do conteúdo, 43,2%, e também foi a única que viu crescer o volume proporcional de postagens.

Juntos, os deputados e senadores que postaram ao menos um conteúdo nos meses de abril e maio têm 126,6 milhões de seguidores (em 31 de maio) — estatística que inclui a sobreposição de uma mesma pessoa que pode seguir mais de um parlamentar. Na comparação com o início do mandato, o volume total de seguidores cresceu 11,7% (eram 108,5 milhões de seguidores em 1º de fevereiro). A maioria desses seguidores ainda se concentra no Facebook, mas a rede mais famosa do mundo vem perdendo cada vez mais market share em número de seguidores para o Instagram.

Interações mais relevante nas redes, o compartilhamento de conteúdo só é possível no Facebook e no Twitter (o equivalente ao retuíte). No bimestre, foram 34,6 milhões conteúdos compartilhados a partir das redes dos parlamentares, um aumento de 7,8% na comparação com o bimestre anterior (fevereiro/março). A ampla maioria (82,0%) se deu no Facebook, contra apenas 18,0% no Twitter.

Liderança

Diante deste cenário, o bloco de oposição acirrou a disputa com o PSL por mais espaço no ranking dos parlamentares mais influentes nas redes sociais, na comparação com o primeiro bimestre legislativo (fevereiro/março). A nova edição do FSBinfluênciaCongresso mostra que a líder do governo Bolsonaro, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) se manteve como a parlamentar brasileira mais influente no ambiente digital, mas PT, PSol e PCdoB ganharam terreno no Top20. O PSL conta novamente com seis nomes no ranking, mas o bloco formado por PT, PSol e PCdoB passa a contar também com seis nomes (três do PT, dois do PSOL e um do PCdoB).

Além de Joice, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) manteve o 2º lugar no ranking. No entanto, houve troca no 3º lugar: saiu Sargento Fahur (PSD-PR, agora em 5º lugar) e entrou Kim Kataguiri (DEM-SP). O 4º lugar foi ocupado pela também deputada Carla Zambelli (PSL-SP), única parlamentar que chegou a superar Joice Hasselmann uma nas parciais semanais do ranking. Desde 1º de fevereiro, Carla desbancou Joice em apenas uma das 17 semanas de monitoramento.

O novo Top20 bimestral tem três estreantes. Dois são deputados paranaenses que subiram 13 posições cada em relação ao bimestre fevereiro/março: Filipe Barros (PSL-PR, agora em 14º) e Paulo Martins (PSC-PR, em 17º). O outro é o senador Jorge Kajuru (PSB-GO), que subiu três posições e agora é o 18º mais influente no Congresso.

Dos 20 parlamentares que mais bombam nas redes sociais, 14 são deputados federais e apenas seis são senadores. No Senado, mais bem colocado é Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que aparece em 8º lugar no ranking do Congresso. O Top20 do FSBinfluênciaCongresso no bimestre abril/maio é dominado por parlamentares novatos: são 11, contra 9 reeleitos. Entre os mais influentes, 16 são homens e 4, mulheres.

Dono da maior bancada no Congresso, o Estado de São Paulo domina o ranking, com 7 dos 20 parlamentares mais influentes. Neste período, os parlamentares do Paraná se destacaram, ocupando 5 posições (eram apenas 3 do Estado no bimestre anterior). O Rio de Janeiro aparece em terceiro, com 4 nomes no Top20.

Obs.: apenas quatro deputados e um senador não postaram qualquer conteúdo nas redes sociais em abril e maio, por isso os rankings a seguir incluem 509 deputados e 80 senadores.

Veja abaixo o ranking dos 20 parlamentares mais influentes nas redes sociais:

CASA

NOME

PARTIDO

ESTADO

POSIÇÃO

Dep.

JOICE HASSELMANN

PSL

SP

1

Dep.

EDUARDO BOLSONARO

PSL

SP

2

Dep.

KIM KATAGUIRI

DEM

SP

3

Dep.

CARLA ZAMBELLI

PSL

SP

4

Dep.

SARGENTO FAHUR

PSD

PR

5

Dep.

PASTOR MARCO FELICIANO

PODE

SP

6

Dep.

GLEISI HOFFMANN

PT

PR

7

Sen.

FLÁVIO BOLSONARO

PSL

RJ

8

Dep.

TIRIRICA

PR

SP

9

Sem.

ÁLVARO DIAS

PODE

PR

10

Dep.

JANDIRA FEGHALI

PCdoB

RJ

11

Dep.

MARCELO FREIXO

PSOL

RJ

12

Sem.

HUMBERTO COSTA

PT

PE

13

Dep.

FILIPE BARROS

PSL

PR

14

Sen.

MAJOR OLÍMPIO

PSL

SP

15

Dep.

PAULO PIMENTA

PT

RS

16

Dep.

PAULO MARTINS

PSC

PR

17

Sen.

JORGE KAJURU

PSB

GO

18

Sen.

MARCOS DO VAL

CIDADANIA

ES

19

Dep.

DAVID MIRANDA

PSOL

RJ

20

Partidos

O FSBinfluênciaCongresso não monitora as redes próprias dos partidos, mas avalia conjuntamente o desempenho agregado de cada bancada nas redes sociais. No período entre abril e maio, o PSL foi a bancada mais influente nas redes, seguida pelo PT e pelo Podemos.

A metodologia do FSBinfluênciaCongresso atribui uma nota que pode variar de 0 a 100 para cada parlamentar e também para cada legenda (no agregado dos parlamentares). No período analisado, a nota da bancada do partido do presidente Jair Bolsonaro atingiu inéditos 95,0 pontos (eram 88,7 no bimestre imediatamente anterior), o que significa que, juntos, os integrantes do PSL foram os melhores em praticamente todos os quesitos que compõem o indicador.

A nota obtida pelo PSL é mais que o dobro da nota petista, que, no entanto, também cresceu de 39,4 para 47,3. O Podemos, que se manteve em 3º lugar no ranking partidário, piorou seu desempenho, com a nota caindo de 30,8 para 28,4. Abaixo, o ranking dos partidos:

PARTIDO

NOTA

POSIÇÃO

PSL

95,0

1

PT

47,3

2

PODE

28,4

3

PSOL

28,1

4

DEM

25,1

5

PSD

19,7

6

PR

13,9

7

PSB

13,5

8

PSDB

12,1

9

PCdoB

11,7

10

PSC

11,7

11

PDT

11,2

12

PP

9,7

13

CIDADANIA

8,7

14

PRB

8,2

15

MDB

7,2

16

NOVO

6,3

17

AVANTE

6,2

18

REDE

4,8

19

PV

4,6

20

PROS

3,9

21

SEM PARTIDO

2,8

22

PATRI

2,4

23

PHS

1,7

24

SOLIDARIEDADE

1,4

25

DC

1,3

26

PRP

0,9

27

PTB

0,9

28

PTC

0,9

29

PMN

0,8

30

PPL

0,6

31

Metodologia

O FSBinfluênciaCongresso monitorou as publicações dos deputados federais e senadores de 1º de abril a 31 de maio. O monitoramento é 24×7, capturando e analisando o grau de engajamento de todas as publicações feitas pelos parlamentares no Facebook (apenas páginas públicas), no Instagram (apenas contas business) e no Twitter.

Para se calcular a nota de cada parlamentar e construir o ranking, são levados em consideração o número de seguidores, a quantidade de publicações, o alcance das publicações e o engajamento (curtidas, comentários e compartilhamentos) em cada rede social. São aplicados pesos diferentes a cada item, assim como para cada uma das três redes sociais analisadas.

Mais informações Aline Reis (aline.reis@fsb.com.br)

Marcelo Tokarski (marcelo.tokarski@fsb.com.br)

WhatsApp: (61) 99243-9205

Compartilhe