Assessoria de imprensa: Entenda o que é e como fazer

É a assessoria de imprensa  que contribui com a promoção da visibilidade midiática e tem papel relevante na construção de identidade e imagem de organizações, marcas e pessoas.

O que é assessoria de imprensa?

A assessoria de imprensa é uma entre diversas áreas da Comunicação, e está por trás de todo o processo de relacionamento com a mídia. Ela serve como ponte entre o cliente atendido e os veículos de comunicação/público.

Mesmo com a revolução digital e o declínio da mídia impressa, o trabalho da assessoria de imprensa continua sendo fundamental. Hoje, inclui todos os veículos presentes na internet, assim como redes sociais.

A chamada mídia espontânea é um dos principais objetivos de uma assessoria, pois é por meio dela que a empresa ganha destaque e visibilidade nos veículos de comunicação. Mais do que administrar informações para torná-las relevantes, é necessário saber para quem direcionar.

Como surgiu a assessoria de imprensa?

A assessoria de imprensa surgiu em 1906, quando o jornalista norte-americano Ivy Lee decidiu abandonar o jornalismo e montou o primeiro escritório de Relações Públicas do mundo. Mais de 100 anos depois, a assessoria de imprensa passou por muitas transformações. Com o desenvolvimento da assessoria nos moldes jornalísticos, o que possibilita o trânsito de informações através da produção de notícias institucionais, as redações contam com seu apoio na produção de pautas para o noticiário.

O crescimento das assessorias de imprensa já ocupa 50% dos jornalistas no Brasil. Atualmente é possível encontrar assessorias de imprensa em empresas privadas, públicas, pessoas físicas (influenciadores) e ONGs. Além de representar uma ferramenta de fortalecimento de marca, a assessoria de imprensa promove a transparência do negócio. A intermediação da assessoria de imprensa entre a fonte e a mídia se estabelece por meio de um relacionamento contínuo.

Com o que trabalha a assessoria de imprensa?

  • Gerenciamento de crises: Nos momentos mais difíceis, é o profissional da assessoria que poderá traçar a melhor estratégia de comunicação para que uma falha ou ruído possam ser revertidos, sem grandes danos para a imagem do assessorado.
  • Geração de mídia espontânea: Com o trabalho de divulgação de releases, sugestão de pautas e fontes, a assessoria de imprensa oferece informação de qualidade a jornalistas, promovendo um debate que seja de interesse de ambos os lados. É possível garantir espaço em diferentes meios de comunicação, sem que seja necessário pagar para isso.
  • Relacionamento e diálogo com a mídia: Uma boa assessoria de imprensa facilita o acesso aos profissionais das redações, e são responsáveis por emplacar as pautas de interesse do assessorado.
  • Orientação de porta-vozes/media training: É trabalho da assessoria de imprensa orientar e treinar o responsável por falar pela empresa ou instituição. É ele quem alinha o tom que deverá ser dado à entrevista de acordo com a pauta e com os objetivos desejados. Media trainings e a produção de conteúdos especializados como briefings, mensagens-chave, discursos e análises de mídia contribuem para o preparo dos porta-vozes e para o posicionamento da instituição.

Ferramentas

O assessor de imprensa é o profissional que trabalha em agências de comunicação e é ele que abastece os veículos de notícias como  informações sobre o assessorado. Esse assessoramento pode ser desenvolvido em qualquer ramo e atividade. O primeiro passo é identificar as necessidades do cliente para depois avaliar de forma jornalística quais informações sobre esse cliente podem ser de interesse público.

Para que o assessor de imprensa consiga realizar todas as atividades de relações públicas, diversas ferramentas são utilizadas.

As principais ferramentas utilizadas em uma assessoria de imprensa são:

  • Press release: Texto escrito em formato de notícia, que tem como objetivo comunicar aos veículos de comunicação sobre um acontecimento da empresa. Pode se referir a seus produtos, serviços, eventos, novidades ou modelo de negócio.
  • Press Kit: É um kit para divulgar um novo produto ou chamar atenção para alguma atividade da empresa ou novidades do negócio. Podem ser: bloquinho, caneta, CD com fotos, produtos recém-lançados, etc. Hoje, o press-kit não se limita mais aos jornalistas e pode ser distribuído em feiras de negócios e treinamentos para outros públicos-alvo como parceiros, patrocinadores, possíveis investidores e os próprios colaboradores da empresa.
  • Press-trip: É uma ferramenta para ampliar e fortalecer o relacionamento de marcas com a imprensa e influencers por meio de viagens ou visitas guiadas a determinados locais, eventos, empreendimentos, lançamentos de produtos e projetos de uma instituição.
  • Clipping e análise de mídia: Por meio da clipagem de notícias, o assessor descobre as menções feitas ao assessorado pelos diversos veículos de comunicação. A análise de mídia serve para mensurar como foi a presença da instituição e/ou de um porta-voz nos veículos de comunicação.
  • Site e redes sociais: Com o avanço da tecnologia, os assessores de imprensa dominam hoje os canais digitais, fundamentais para a comunicação com a imprensa e também com o público da empresa.
  • Mailing: Um bom mailing contribui significativamente tanto para o relacionamento com a mídia quanto para a disseminação correta de cada informação. A segmentação desses contatos (nacional, regional, especializado ou por editorias) também é peça fundamental para que a divulgação da mensagem seja eficiente e para que a assessoria saiba qual conteúdo é estratégico para cada tipo de público e veículo de comunicação.
  • Relacionamento com a mídia: Encontros, reuniões e cafés com jornalistas faz parte da consolidação do relacionamento e diálogo da instituição com a imprensa. A ponte é feita pela assessoria de imprensa.
  • Produção e gestão de conteúdo: Releases, briefings, pontos de fala, mensagens-chave, discursos, roteiros para vídeos institucionais e postagens nas redes sociais são conteúdos produzidos diariamente por uma assessoria de imprensa. O objetivo é deixar os porta-vozes sempre preparados e munidos das informações e dados mais atuais possíveis, além de consolidar o posicionamento da instituição perante à mídia e a sociedade em geral.
  • Entrevistas coletivas: São eventos organizados pelas assessorias para reunir diversos veículos e transmitir informações de interesse público imediato. É uma estratégia indicada para anunciar novidades de impacto, como o lançamento de um plano ou novo projeto, uma fusão de grandes empresas ou responder à situação de crise, por exemplo.

Quais os principais desafios da assessoria ?

A evolução da internet e da comunicação digital trouxeram mudanças significativas para as assessorias de imprensa. Passou a ser imprescindível um planejamento estratégico digital que garanta uma presença efetiva e forte da empresa na internet.

Marketing de conteúdo, SEO e inbound marketing viraram ferramentas incorporadas nos planejamentos e projetos das instituições. Sem falar nas diversas redes sociais atualmente existentes com alto engajamento e posicionamento no mundo digital.

Com essa presença digital, tanto na internet quanto nas redes sociais, vieram outros dois pontos cruciais: monitoramento e gerenciamento das redes sociais e mensuração de alcance e resultados.

Muitas crises de imagem, reputação e identidade começam na arena das redes sociais. É preciso, mais do que nunca, prestar atenção na forma como os seus seguidores estão entendendo a sua marca e o que eles estão falando sobre sua empresa. E é preciso dialogar com eles. As respostas precisam ser rápidas, transparentes e assertivas.

Complementar a isso, estão as métricas. Hoje, é essencial apresentar dados e diagnósticos precisos. Os clientes querem números que vão desde o alcance dos releases e espaços na mídia até o engajamento e alcance das redes sociais e dos próprios porta-vozes da instituição. E tem boas ferramentas para medir tudo isso e muito mais.

Outro desafio foi o uso de outros canais para disseminar a informação. Produzir conteúdo deixou de ser somente textos. É preciso mais. Vídeos, infográficos, campanhas e interações nas redes sociais são agora ingredientes essenciais em uma assessoria de imprensa. É o famoso perfil multimídia.

FSB Comunicação acredita que o trabalho de uma empresa de comunicação vai além da gestão e construção da reputação e imagem das marcas. Hoje mais do que nunca, é preciso criar narrativas verdadeiras, que estejam alinhadas ao propósito e DNA das empresas e instituições.

Em 2019, a FSB criou o conceito de PRIGITAL, onde todos os profissionais e soluções utilizam canais de comunicação para transmitir mensagens estratégicas e engajadoras sem distinção de online e offline.

A FSB é líder em comunicação no Brasil e investe permanentemente em gente, tecnologia e inteligência. Além da área de relacionamento com a mídia, a FSB tem larga experiência em setores estratégicos para as empresas, como comunicação/marketing digital, publicidade, gestão de redes sociais, produção de conteúdo, monitoramento de imagem, treinamentos, media trainings e workshops, diferentes ferramentas de BI e consumo para identificar insights e criar narrativas, além de contar com áreas especializadas em pesquisas e em análise de dados: o Instituto FSB Pesquisa e o FSB Inteligência.

 

Você também pode ter interesse nestes artigos: