Comunicação Digital: O que é, seus benefícios, características e tendências

O conceito de comunicação digital é amplo e de extrema importância: é ela quem conecta, promove produtos e serviços, fideliza clientes, alavanca vendas e permite também a expansão dos negócios.

Em um mundo onde a globalização cresce a cada dia, o mercado está cada vez mais competitivo, os serviços de telecomunicações aumentam suas ofertas e o consumidor está cada vez mais exigente, é preciso investir nesse tipo de comunicação para diferenciar a marca e se manter ativo.

Todo esse cenário cria a necessidade crescente de profissionais que tenham um conhecimento em trabalhar a mensagem aproveitando todo os recursos de tecnologia a seu favor. Os profissionais de comunicação digital são responsáveis, desde a criação de ativos de marca online até a construção de um público engajado nas redes sociais.

O que é comunicação digital?

O significado de comunicação digital nada mais é do que a soma de métodos e ferramentas de comunicação que se aplicam à web, redes sociais e dispositivos móveis. Essa comunicação vem se popularizando e pode ser usada com diferentes públicos de uma organização.

A realidade do digital é inerente ao funcionamento das empresas, pois independentemente do tamanho e campo de atuação, o uso de ferramentas de tecnologia se tornou indispensável.

Para que serve a comunicação digital?

A comunicação digital define a estratégia e as ações de comunicação dentro do ambiente digital. Ela é um dos pontos que devem ser trabalhados com muita atenção, pois interfere diretamente em como os clientes veem a marca no mercado.

A rapidez da inovação digital e as diferenças em sua absorção e implementação exige das organizações e dos profissionais de comunicação novos posicionamentos e conhecimentos, muita flexibilidade e criatividade no planejamento e na gestão dos processos comunicacionais.

Por que a comunicação digital é tão importante?

O Brasil é um dos três maiores provedores de serviços de telecomunicações no mundo, segundo pesquisa de Economia Digital da Organização das Nações Unidas (ONU) de 2019.

As pessoas passam horas navegando pela internet, e com as empresas não é diferente:  a cada dia as instituições veem a necessidade de investir na presença digital e, consequentemente, na comunicação digital, seja por meio de canais como blogs, chatsbots ou diversos outros recursos.

O brasileiro é viciado em internet e um verdadeiro apaixonado por redes sociais. Somos 150 milhões de internautas, dos quais 140 milhões estão presentes em ao menos uma rede social. Isso equivale a nada mais, nada menos do que 2/3 da população total do país (exatos 66%) conectados ao ambiente de rede.

Para se ter uma ideia, no mundo, essa taxa é de 49%. Nos Estados Unidos, chega a 70%. Cada brasileiro passa em média 9 horas e 17 minutos por dia conectado. Pouco mais de um terço desse tempo (3h31min) é dedicado às redes sociais (os dados são do relatório #Digital2020, publicado pela DataReportal).

Pesquisas já disseram que as redes sociais são uma das principais fontes de informação da população, sobretudo Facebook, Google e Whatsapp. Nesse cenário, empresas e marcas deveriam estar mais do que preparadas para atuar nesse ambiente digital.

Mas a verdade é que muitas instituições ainda encontram sérias dificuldades para navegar nesse agitado mar das redes sociais, povoado de fake news e, mais recentemente, de campanhas de cancelamento. Se falta preparo, há sinais de que essa realidade começa a entrar no planejamento dos negócios.

Segundo pesquisa exclusiva feita pelo Instituto FSB com mil empresários de todo o país e de todos os segmentos de atividade entre os dias 7 e 20 de agosto de 2020, quando questionados sobre os investimentos em comunicação no pós-pandemia, dois de cada três empresários ouvidos na afirmam que irão ampliar os recursos destinados à comunicação externa de suas companhias.

Os principais benefícios da comunicação digital:

  • Redução dos custos: Investir em ações digitais envolve custos menores em relação aos de materiais impressos.
  • Maior alcance: Enquanto os materiais impressos têm acesso limitado, especialmente por questões geográficas, conteúdos digitais podem ser acessados de qualquer lugar.
  • Mensuração: Existem várias ferramentas que possibilitam a verificação de resultados, o que permite avaliar se o tipo de estratégia realizada pela empresa está dando certo ou não.
  • Público qualificado: Nas estratégias digitais, as marcas investem recurso em um público que de fato tenha interesse no produto ou serviço oferecido pela empresa.

Quais as principais características da comunicação digital?

  • Relacionamento: a relação com o cliente é de extrema importância. Para alcançar bons resultados, as marcas vão para as redes sociais.
  • Engajamento: o engajamento é a maneira pela qual as empresas se aproximam de seu público.
  • Conteúdo: um bom conteúdo pode influenciar os consumidores, retendo e fidelizando clientes.
  • Presença: ter presença no digital é a concretização do ganho de resultados da empresa, já que 66% da população de todo o mundo estará conectada à internet até 2023. Além de presente, é necessário estar à disposição do público, interagindo e incentivando a conhecer mais a marca, continuar acompanhando e consumindo.

Exemplos de comunicação digital:

Os canais de comunicação, meios utilizados pelas empresas para contatar e construir um relacionamento com seus clientes, são diversos. Na comunicação digital, esses canais estreitam ainda mais o relacionamento com o consumidor final. Veja quais são os principais canais:

  • Sites e blogs: nesses dois canais há ampla divulgação dos conteúdos, soluções e promoções da empresa.
  • Redes sociais: elas estão no topo dos canais entre as empresas, pois engajam o público e ainda permitem o direcionamento e a segmentação de conteúdo.
  • Webinars: tão eficientes quanto os seminários presenciais, esse canal alcança um público mais amplo e permite a facilitação na audiência, reforçando autoridade.
  • E-mail marketing: esse tipo de ferramenta automatiza a comunicação digital e entrega o conteúdo para os contatos da base. Mas cuidado! Ele deve ser usado de forma segmentada e pontual. Foi-se o tempo que enviar e-mail marketing periódicos e para toda sua base de contatos é sinônimo de alcance e engajamento.

Veja alguns dos nossos ebooks

O que é Digital PR?

O Digital PR é uma atualização da profissão de relações públicas para os tempos atuais, e o profissional também é responsável pela reputação online dos seus clientes. Os Relações Públicas, tanto online quanto offline, têm o mesmo objetivo: aumentar a visibilidade e a reputação dos clientes. No caso do digital, o trabalho é feito através de veículos online. As mídias sociais são um elemento vital do Digital PR, pois permite que as marcas criem envolvimento com seus públicos-alvo.

Além de investir na criação e distribuição de conteúdo de qualidade, uma campanha de RP digital deve envolver a otimização de mecanismo de busca (SEO) para ser verdadeiramente eficaz.

O que é Pridigital FSB?

Prigital é um termo que a FSB criou com carinho para reunir o pensamento de soluções integradas de RP e digital defendendo um bom trabalho de comunicação integrada. A principal diferença de uma estratégia Prigital para uma tradicional é não enxergar a comunicação em caixinhas, mas sim visualizar o objetivo da marca e traçar o melhor plano para alcançá-lo.

A FSB acredita que não existem barreiras entre a comunicação digital e off-line. A análise do que é veiculado em qualquer ambiente e que é de interesse ou envolve clientes, a abordagem a cada um dos diferentes veículos e meios de comunicação off ou on, a composição de modelos exclusivos de publicações e conteúdos em parceria com veículos de grande repercussão e o relacionamento com as lideranças e influenciadores estão entre os trabalhos que a FSB mais gosta de fazer.

O que é mídia digital?

Mídia digital é todo o conteúdo ou veículo que utiliza a internet como meio de distribuição. Os canais digitais passaram por muitos processos nos últimos anos, especialmente com o crescimento das empresas. Segundo pesquisa da Revista Exame, até o final de 2021 é esperado um crescimento de 12% ao ano em mídias digitais, o que vai ao encontro de outra pesquisa do Ironpaper, onde 93% das decisões de compra são influenciadas pelas mídias sociais.

Se nos veículos de comunicação como jornais impressos e televisão o receptor não responde de forma imediata à informação recebida, na mídia digital ele questiona todos os conteúdos a qualquer hora e em qualquer plataforma. Dentro das diversas possibilidades, a mídia digital assume três formas:

  • Mídia paga: quando se investe determinado valor para aproveitar o alcance de um canal digital.
  • Mídia ganha: ganho espontâneo, consequência de um bom trabalho de marketing digital, seja em RP, SEO ou social media. Na internet, esse tipo de mídia é o famoso boca-a-boca online.
  • Mídia própria: conteúdo produzido por meio do site do seu negócio, blog e ou em canais nas redes sociais. Nesse caso, o controle sobre o que é publicado é seu.

A importância da cibersegurança

A transformação digital foi acelerada, novas tecnologias foram criadas e aprimoradas e as organizações precisam acompanhar o mercado e oferecer uma experiência cada vez mais segura para seus clientes. Todas as mudanças que estamos vivendo criam mais oportunidades para incidentes de segurança, e o tema precisa virar requisito de negócio dentro das empresas. Segurança será tema-chave daqui pra frente.

Não estamos falando apenas da segurança de dados, mas também do conceito conhecido como ‘brand safety’, ou seja, como proteger a sua marca no ambiente digital. Podemos citar como exemplo os casos recentes de empresas que foram canceladas na internet por aparecerem em páginas que reproduzem fake news e conteúdos com discurso de ódio, racismo, etc. Por isso, este é um conceito que precisa fazer parte do dia a dia da sua empresa. O que sua marca deve fazer para que anúncios não sejam veiculados em páginas de temas sensíveis, inseguros ou indesejados?

Tendências da mídia digital em 2020 e 2021:

O mundo está em transformação e o mercado em constante evolução. Exatamente por isso, desenvolver estratégias mais consistentes em meio à convergência de negócios, ao empoderamento do consumidor e na mudança de hábitos se faz necessário. Abaixo você confere algumas das principais tendências que darão norte à comunicação digital no próximo ano:

  • Marketing de conversação: Focado na criação de conversas com o cliente, estabelece experiência humana e estratégica ao usuário. Sua estratégia é baseada nas etapas de um funil de conversões que busca levar o usuário a realizar ações desejadas.
  • IA para marketing: A Inteligência Artificial no marketing permite a segmentação comportamental, agregando entendimento de valores.
  • SEO local: Visa a otimização nos mecanismos de busca para resultados locais que serão exibidos na pesquisa de um usuário. Por exemplo, os resultados locais serão exibidos na pesquisa do usuário quando ele estiver pesquisando empresas perto de sua localização. Melhorar a classificação local da sua empresa ajudará as chances de exibição da sua empresa.
  • Otimização de pesquisa por voz: As empresas precisarão adaptar seu conteúdo e o Voice Searching Optimization (VSO) é um dos caminhos. Um terço da população dos EUA já usava um assistente de voz em 2019 e isso terá um grande crescimento em 2021.
  • Imagem: O carregamento de imagens na pesquisa de informações está cada vez mais frequente. A chamada busca reversa de imagens consiste no uso de uma foto para que o Google consiga trazer outras imagens relacionadas como resultado.
  • Compartilhamento e Reviews: A cultura do boca a boca está se perdendo, e com o avanço da tecnologia, revisões e depoimentos online de clientes contribuem para o sucesso das empresas na atração de novos clientes.

FSB Comunicação acredita que não existem barreiras entre a comunicação digital e offline. O seu relacionamento com a mídia e sua atuação Prigital fazem da FSB capaz de formar imagem, consolidar reputação, firmar conceitos e criar personalidades.

A análise do que é veiculado em qualquer ambiente e que é de interesse ou envolve clientes, a abordagem a cada um dos diferentes veículos e meios de comunicação off ou on, a composição de modelos exclusivos de publicações e conteúdos em parceria com veículos de grande repercussão e o relacionamento com as lideranças e influenciadores estão entre os trabalhos que a FSB mais gosta de fazer.

Somos #PRIGITAL: utilizamos os canais de comunicação para transmitir mensagens estratégicas e engajadoras sem distinção de on e off. Acreditamos que a comunicação, há muito tempo, não tem esta separação. Impactamos pessoas com mensagens potentes e engajadoras que constroem narrativas verdadeiras para marcas e instituições e trazem resultados reais aos negócios de nossos clientes.

Cases de Comunicação Digital: 

SAC Iguatemi – Construção de imagem e gestão de reputação aliado na conquista de lovers no ambiente digital.

Editora Coquetel e Felipe Neto – Em 2017, apesar de ter um trabalho forte com conteúdo educacional, a editora Coquetel – divisão de revistas de passatempo da Ediouro – queria se aproximar mais da geração Z, que consome basicamente conteúdo digital. Mas como engajar esse público em um formato tradicional de conteúdo? A FSB sugeriu trazer um grande influenciador digital para ser a capa e recheio da revista.

Ipiranga no Rock in Rio Lisboa – Em 2018, a marca decidiu ampliar a visibilidade também no evento em Portugal. O desafio era ativar as marcas Ipiranga e das lojas de conveniência Am/Pm e inseri-las na conversa digital relacionada ao Rock In Rio Lisboa. A FSB pensou em uma estratégia que fosse além da visibilidade e que também engajasse novos públicos e chegou a uma promoção que atingiria o público-geral e também influenciadores brasileiros.

Você também pode ter interesse nestes artigos: